<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d15148318\x26blogName\x3dAl%C3%A9m+das+palavras\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dTAN\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://alemdaspalavras.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://alemdaspalavras.blogspot.com/\x26vt\x3d-5072122790680835150', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>
sexta-feira, maio 26


Nossa!! Nunca fiquei tanto tempo sem postar. Há exatamente um mês e seis dias sem o blog!! Na verdade não tenho mais a mesma sede de antes.. então vou entrar com menos frequência. Quem sabe eu não retorne com o vício?! Recebi a msg abaixo por e-mail e achei bastante interessante!
Vale uma reflexão...


A IMPORTÂNCIA DE UM FILHO DA PUTA
Um milionário promove uma festa em uma de suas mansões. Em determinado momento, pede que a música pare e diz, olhando para a piscina onde cria crocodilos australianos:

-- Quem pular na piscina e conseguir atravessá-la e sair vivo do outro lado ganhará todos os meus carros. Alguém se habilita? Espantados, os convidados permanecem em silêncio... O milionário insiste:
-- Quem pular na piscina e conseguir atravessá-la e sair vivo do outro lado ganhará meus carros e meus aviões. Alguém se habilita? O silêncio impera, e mais uma vez ele oferece:
-- Quem pular na piscina e conseguir atravessá-la e sair vivo do outro lado ganhará meus carros, meus aviões e minhas mansões. Neste momento, alguém salta na piscina. A cena é impressionante. Luta intensa: o destemido se defende como pode, segura a boca dos crocodilos com pés e mãos, torce o rabo dos répteis.. Nossa! Muita violência e emoção.
Parece o filme do Crocodilo Dundee! Após alguns minutos de terror e pânico, sai o corajoso homem, cheio de arranhões, hematomas... e quase despido O milionário se aproxima, parabeniza-o e pergunta-lhe:

-- Onde quer receber os carros?

-- Obrigado, não quero seus carros.

Surpreso, o milionário pergunta:

-- E os aviões, onde quer que eu lhe entregue?

-- Obrigado, não quero seus aviões.
Estranhando a reação do homem, o milionário pergunta:

-- E as mansões?

-- Eu tenho uma bela casa, não preciso das suas. Pode ficar com elas.. Não quero nada seu.
Impressionado, o milionário pergunta:
-- Mas se você não quer nada do que ofereci, o que quer então?
E o homem, irritado, responde:
-- Achar o filho da puta que me empurrou na piscina!

MORAL DA HISTÓRIA:

Somos capazes de realizar muitas coisas que por vezes nós mesmos não acreditamos. Basta um empurrãozinho. Um filho da puta, em certos casos, é útil em nossa vida.
por Aline às 10:40 PM